Dia das mães




Um dia me disseram: que a vida não teria mistérios, que ainda um feto eu nada temeria, pois alguém muito especial me zelaria.

Que nas noites me embalaria, me pondo a ninar, que com histórias bonitas me faria sonhar.
Criança eu fui, e ela lá, sempre a me cuidar, adulto sou, ela não me nega amor, aqui está.

Esquece que o filho cresce, não deixa ninguém magoar, já disseram é leoa, sorrir, sabe que é, todas são assim, nada de deixar suas crias por aí.

A ela foi dado o dom especial de amar, já me disseram que amor igual ao de mãe não há, tão imortal e verdadeiro.

Contigo minha mãe eu quero estar quando a vida parecer me abandonar, contigo eu quero viver sempre que eu precisar respirar, quero ter seus abraços pra me acalmar, sua boca pra me aconselhar e suas reclamações pra me tirar do sério.

Tantos detalhes me fazem te amar mais e mais, como a casinha que você me guardou, tão pesada sou, por noves meses mamãe você me levou, no primeiro choro você já estava presente, no primeiro passo me guiou, na primeira queda me segurou, na primeira palavra me ajudou, no primeiro dia de aula me aprontou.

Parece que nada mudou, quando assustada na madruga eu ia pra debaixo da suas asas com medo de monstros que só você controlava, nos braços para a cama me levava, me cobrindo bem com o lençol. Mãe, eu ainda sou aquela menina assustada, só que um pouquinho maior, quero fazer manha e birra, quero brigas de mentirinha, quero você me cuidando com se fosse só minha, como se fosse sua vida.

Seu dia é hoje, embora seja todos os dias, ser mãe exige cuidados que vão pela a eternidade, por isso sempre merecem ser amadas. 

Te comparo ao sol que me faz abrir os olhos, te comparo ao céu que me permite ver estrelas, te comparo aos anjos que me protegem, te comparo as coisas mais lindas que existem na face da terra.

Se roubassem o nome mãe, substituiriam muito bem por amor, porque eu jamais vi maior demostração de afeto, jamais conheci sentimento mais singelo, como o dedicar de uma mãe aos seus filhos.

Te oferto para sempre meu amor, te condeno a morar nos meus pensamentos por onde eu for, eu sei que é amor, porque você que me apresentou ainda quando eu era um passarinho a voar querendo habitar a terra. Você foi o caminho, você é o caminho minha querida mãe, o lugar em que eu posso fechar os olhos e não temer nada, o lugar onde eu posso abrir e te ver sorrir. Minha mãe, minha amada, a pessoa que sempre vou andar de mãos dadas.

Elen Abreu


5 comentários:

Liliane Moraes disse...

Que Lindo Elen. resposta do comentário que você fez no meu cantinho: Eu entendo perfeitamente Elen só te avisei pra você fica ciente do que esta acontecendo por que possa ser que algumas pessoas não estejam comentando por conta disso, e eu nunca deixarei de visita e comentar no seu cantinho pois sou muito bem recebida aqui.

Tatiane Salles. disse...

Era
Era bonitinha desde pequena, rs. *---*
Linda homenagem! :D

Uma ótima semana, uma abençoada segunda -feira.
Abraços, Tati.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Att.

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

irão haver novos concursos querida :)

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Elen. O seu texto é lindo, lindo e lindo! Sensibilidade plena descrevendo muito bem o sentimento de amor, o sentimento e a missão que é ser mãe.
Tenho saudades da minha, mas sei que lá do céu ela olha por nós, seus amados filhos.
Ninguém esquece de mãe, esteja ela onde estiver, e você traduziu muito bem quando disse que o nome mãe, seria facilmente substituido pelo nome amor!
Um beijo na alma, e fique na paz!

Everson Russo disse...

Mãe é um ser divino, é dona da vida, é a verdadeira tradução da palavra amor...beijos de bom dia pra ti amiga.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...