Menina-flor




Eu sei, sei. As pessoas malvadas já foram boas um dia. Ser pisado cansa, não? Há pessoas que acham que eu sou de ferro, mal sabem que eu sou uma boneca que pode se quebrar. Vai lá, furem ela, mastiguem ela, ela consegue aguentar, e eu caro amigo a me desmontar. As pessoas não costuma te valorizar, no fim só querem mesmo te ferrar.

Acho engraçado a maneira de me perguntarem: cadê a menina flor? Flores não se sustentam sem boas raízes. Eu sei, eu sei. Eu entendo as pessoas malvadas. Só me faça um favor antes de partir: me ajude a colocar a merda do meu braço no lugar, cuidado, segura minha cabeça também. Mesmo que me vejam ferro, eu sou a boneca na vitrine que ainda pode se fragmentar.

Eu aprendi a nascer sem raiz alguma, aquela coisa de se adaptar ao meio, sabe? Olha só, ela está ali. A menina-flor está ali, escondendo a cara, desejando que o dia se faça água, temendo um dia virar ferro como assim acham.

Elen Abreu

11 comentários:

Eros disse...

Desabrochas e floresces no coração dos realmente importantes!

Beijos Bela Amiga!

Arnoldo Pimentel disse...

Um texto intenso, beijos.

Fabiano Soares da Silva disse...

Já estou te seguindo...
Beijos

Liliane Moraes disse...

http://alguemparaconversa.blogspot.com.br

:) Oi Elen Adoro vim aqui,pois os seus textos tem um intensidade incrível. Achei que eu era essa Flor mais depois vi que não, mais me identifiquei com ela no começo antes que alguém cortasse minha raiz.

Júh Britto ♥ disse...

Oi Elen muito obrigada pela sua visita em meu blog
Então consegui publicar o livro nesse site aqui olha na home do site
http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=1698

vc tem que tudo o que vc deseja publicar arquivado em documento word essas coisas espero que consiga publicar o seu também bjoss

Jéssica do Vale disse...

Flor desabrocha,
encanta e morre.
Deixa também, o polém..
Quem sabe em uma
outra estação,
floreça novamente.

Porém a flor só morre
Para aqueles que não tem
coração.

Amanda Andreato disse...

Como sempre magnifica em suas palavras....

Marilu disse...

Querida amiga,para sua mamãe.
Mãe
Teus braços sempre se abrem quando teu filho precisa de um abraço.
Teu coração sabe compreender quando teu filho precisa uma amiga.
Teus olhos sensíveis se endurecem quando eles precisam uma lição.
Tua força e teu amor os guiaram pela vida e lhe deram as asas para
que eles pudessem voar.
Feliz Dias das Mães. Beijocas

Pedro Miguel SIlva Macedo. disse...

Muito Obrigado!

Jean Maia disse...

Por ser muitas vezes pisada é que uma flor criou espinhos...

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Elen. Parabéns pela intensidade do texto. Ninguém é de ferro, todos têm sentimentos, são sensíveis, ainda que não pareçam ou admitam, pois pensam que assumir-se sensível é sinal de fraqueza. Ao contrário, assumir a sensibilidade da alma é ser forte, é dizer que se é humano, e que assim sofre e se alegra precisando ser respeitado, cuidado com carinho e atenção.
Pessoas que pensam e agem com agressividade com o outro pensando que ele tudo suportará por parecer uma fortaleza, e assim ferem, com certeza sofrerão mais tarde os danos em suas vidas.
Tornar-se de ferro um dia, não adiantará em nada, apenas trará para a flor uma raiz de amargura que pode ser evitada. Lute, seja quem você é!
Um beijo na alma, e fique na paz!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...