Meninos xerox



Não, desses não. Desse tipo de garoto? muito obrigado mais não. Posso queimar a língua um dia, mais hoje afirmo em letras góticas que não, não tenho culpa se não me atraem, se não me despertam um pouquinho se quer de desejo. Ai ,as vezes a gente fica de saco cheio desses menininhos todos iguais, um xerox do outro, isso me da náuseas , nojo, me deixa de cara feia. 


Vou repetir quantas vezes for necessário que não quero músculos e merda na cabeça, que tenha até músculos, mais saiba pelo ao menos conversar, que me convença pelo o que ele é, não por um par de braços, que dá até medo, porque você olha e pensa que vai estourar a qualquer momento, aí você olha por medo, não por atracão. Aí o encontro rola e você fica esperando ele falar algo que se aproveite, mais ai ele te olha e pergunta"Tá bom assim? ou você acha que devo ficar mais forte?" você vomita na cara dele e encerra mais um encontro que saio por aguá abaixo. Depois você esquece, afinal ele não te arrepiou um fio se quer de cabelo, no outro dia nem lembra mais o nome dele. Aí um belo dia você esta de boa em casa em um sábado entediante, enterrada como sempre no sofá ou escrevendo alguma coisa que talvez ninguém leia, mais você escreve. Então o carinha que você deu um selinho a quatro anos atrás te liga, como você não tem nada melhor para fazer, aceita sair com ele, ele era bacaninha a quatro anos atrás, vocês brincavam de polícia e ladrão juntos, era divertido. Mais ai quando ele chega você pega um susto, o som do carro dele ta tão alto que parece mais um trio elétrico em pleno carnaval, você tenta olhar o rosto dele, mais só ver as pontas do cabelo, é, ele é daquele estilo que baixa o banco do carro o máximo possível e dirige só com uma mão. Você baixa a cabeça e pensa"ihhhhhhhhhhhh...mais uma xerox, que horror! inventa uma cólica e diz que não vai dar mais para sair. 
  
Você não desiste, afinal você é guerreira, pode encontrar o seu amor a qualquer momento, não se desespera, pois você só tem 17 anos. Então segue sua vida normal, a tarde vai na aula de natação, lá ver um carinha que tem um sorriso perfeito, ele só ta de sunga, tem uma barriguinha grande que te deixou doidinha, trocam telefones. Uma semana depois vocês saem. Você fica esperando ele na porta do shopping, um menino parece vir na sua direção, mas você não reconhece ele, cheio de enfeites e coisinhas de moda, parece mais um outdoor cheio de propaganda. Uma blusa que estampa o nome adidas bem maior que ele, um tênis da puma com certeza maior que o pé dele. Você se espanta, mais resolve não julgar pela aparência. Ficam andando pelo shopping e conversar dele é só sobre tênis de moda, blusa de moda, coisas que acabaram de lançar, últimas tendências, isso então te irrita, a conversa dele te dar do de cabeça, ele parece olhar para os outro que estão mais simples com ar de preconceito, até para você que não se preocupa com essas coisas e acabou indo de havaina. 


Tipo eu não quero marcas e sim coração, quero um bom papo e não fazer mídia com um playboyzinho  que só vive em torno de coisas pequenas. Bye bye, mais um encontro que saio pelo ralo. Então pega seu busão de todo dia, assim que passa na catraca, percebe um garoto que não para de te olhar, você dá uma olhadinhas e pensa"É  hoje papai..." mas o tempo passa, ele não sabe mais como te chamar atenção, então começa a conversar alto no busão, grita, canta, faz piadinha, batuca no banco, querendo no fundo dizer "Eiiiiiiii olha para mim" mas você achou ridículo esse showzinho desce uma parada antes da sua casa. Aí pensa"Porque ele simplesmente não chegou de mansinho e puxou papo? Porque ele não te recitou uma poesia? Que merda! Eu preciso de alma, atitude, não meninos que se escondem atrás de brincadeiras fúteis. Então desce do ônibus na força e honra, um homem te joga uma cantada tosca, você tem vontade de manda ele ir a porra, mas acaba não mandando. 


No outro dia você pensa"Ah é um novo dia, então liga para um dos seus ficantes fixos, marca algo com um que até o momento é super gentil, quando você o encontra e entra no carro dele, a primeira coisa que ver é uma camisinha e pensa "caraca doido, ele não fez questão nem de esconder? "mas disfarça finge que não viu nada e imagina que ele pretenda usar com uma outra qualquer, mais ai sua ficha cai quando ele entra em uma rua escura, game over vai ter que fingir que ta menstruada para poder fugir desse tarado. Volta para casa, triste porque se toca que ele só queria te comer. 


Porque os homens fazem assim? Deviam pelo ao menos mentir, sei lá, mas não assim. Não quero esse tipinho em que os hormônios falam mais alto, nem daqueles que em vez de olhar nos meus olhos, reparam meu decote o tempo todo, não quero aqueles que me chamem de gostosa assim do nada, deixa essas palavras para outra hora. Sinceramente tô de saco cheio desses meninos xerox, sai pra lá cópias do restart, cruz credo! Tá gente eu falei e falei, eu só sei do que não gosto. Como é o menino dos meus sonhos? Isso eu não sei responder, mas aqueles de caráter, de estilo próprio, humildes, homens de verdade, mente aberta, não vou negar que eu adoro e não pensaria três vezes antes de marca um encontro com um assim, pessoas perfeitas não existem eu sei, não quero ninguém perfeito também. Eu só não quero xerox por favor, muito obrigado mais não.

Elen Abreu

8 comentários:

Carlos Almo disse...

kkkkk
Você é demais Elen querida!
Amei o texto.
Mas sinto dizer que, enquanto as menias de sua idade amadurecem a passos largos, os rapazes cada vez mais estão se infantilizando, e por vezes até com 30 anos parecem criancinhas mimadas.
Ahhh se eu fosse um tiquinho mais novo!
Não bobearia...pode apostar.
Não faria batuque no busão, apenas a convidaria para um capuccino, talvez? Gosta?
E daí por diante.
Reparo que só há diálogo pela internet, nem sei o que dizem, muito possivelmente coisas incompreensíveis; e quando estão cara a cara é como se desse um branco, pois vazios que são.
Não me admira que você se sinta assim não.
Mas as coisas um dia melhorarão, pode apostar.
Beijo grande menina.

Daniel Savio disse...

Penso que todos nós cansemos de superficialidades, mas nem todos tem a coragem de dizer isto para a sociedade...

Fique com Deus, menina Elen.
Um abraço.

Ana Eliza :) disse...

Querida Ellen, seus texto está magnifico. Você tem uma criatividade imensa. Parabéns, realmente você soube passar bem o que tem acontecido. Cadê os homens que abrem a porta do carro e te dão flores? Acredito que ainda existam, vamos esperar um desses aparecer, hehe (:

Beijos querida amiga.

Franck disse...

Dei boas risadas com o post, seria cômico se não fosse trágico! Vc bateu no ponto certo, alguns caras, como algumas garotas, parecem que sairam da mesma máquina!
Uma boa semana!

H.Brayan disse...

disse tudo amigo franck... copias, copias e mais copias... o pior é que são copías horríveis.

vc esta mais do certa Elen... NÃO MUITO OBRIGADO!
#RiAlto

bjo

Fla, disse...

É...seria cômico se não fosse trágico!
Criamos uma forma de relacionamento com a qual não estamos preparados para lidar.
Abraço!

Três Egos disse...

Nossa, eu tenho uma raiva disso, não suporto e também não fazem nem um pouco meu tipo sabe. E também não tenho a mínima ideia de como seria um cara perfeito para dizer a verdade, mesmo porque ele não deve existir... rsrs

Que tal fazermos uma baixa contra "xerox"???
hehehhehe

Beijo!

Renata G. :* disse...

hahahahaha ,parece até que nós duas escrevemos esse texto , pura realidade . Beijos, tenha uma boa tarde, menina elen , UASHAUHSUA .

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...