O que o espelho esconde



Eu gosto é de alma, não me convide se não for pra sentir fechando os olhos, eu só sei assim. Eu não sei sorrir sem arregaçar os dentes. Eu não sei olhar sem entregar sentimentos, só sei ser transparente. Gosto da imaginação, mas adoro sentir o frio dos pés no chão. Incerteza me afasta, pessoas doces me agradam, atitudes me amarram, carinho me faz cantarolar feito um passarinho.

Eu sei aguentar calada, mas também sei explodir de raiva, viro furacão, mas nunca perco a docilidade que enfeita o meu coração. Feito pedra ou pluma você pode me ganhar, vai depender de você se souber conquistar. Eu sei arrepiar todos pelinhos, eu sei me fechar feito flor a murchar, quando necessário uso o meu espinho, mas quase nunca deixo furar.

Sei me doar, adoro me por no lugar do outro pra não julgar. O que eu não quero pra mim com você não vou fazer. Besta? Pode ser. Isso é questão de amanhecer, porque quando o dia se esvai tudo pode acontecer. Eu sei chorar com uma música linda, eu sei gargalhar com um filme de terror. Sei todas as dores que pode se sentir por amor, sei do risco, sei do agrado, não discrimino quem o mundo julgar errado. Calada consigo solver o mundo, tagarela quase nunca, só quando necessário, quase sempre me posiciono na hora exata.

Não me apresente regras se tiver alguma chance de quebrar, linha certa me entorta, perfeição me faz duvidar. Gosto da careta que faço quando sinto o azedo do limão, quando a cachaça rasga, quando a fome dói, quando o sol queima, quanto o frio lateja. Eu gosto de me sentir bem viva, ser humano necessitado de mil vontades, sonhador como profissão, sem perder o foco da realidade nas mãos. Gosto de me sentir morta, quando a solidão assola o chão, sei sangrar sem morrer de hemorragia, represento muito bem o drama mexicano, sou a moça que não faz pose, e muito menos liga pra qualquer fama. Que eu viva como eu quiser e que morra engasgado quem falar sem nada souber.

Gosto do meu canto, tesão por meu espaço, sou do mato, mais sei muito bem conviver em sociedade. Adoro sabor de chuva, ver paixão onde não há razão, inventar arco-íris e canções. Já dancei sem música, já festejei sem ta afim, posso fazer mil e uma coisas, mas tudo o que for verdadeiro permanece dentro de mim.

Sou mulher de riso tímido que sabe provocar, sou as vezes tão santa que consigo assustar, as vezes tão mansa que consigo demostrar que esse coração se deixa fácil dominar. Sou onça se precisar, sou água morna pra tranquilizar, sou a pimenta na medida certa, sou a açúcar na medida errada. Tenho alergia a superficialidade, pra mim futilidade dever sair pelo ralo e se preencher de eterna simplicidade.

Gosto de mãos dadas, mas adoro ter meu lugar pra voar, posso gostar de você, mas te deixo livre pra me amar. Posso te detestar, mas você nunca nunca vai saber, educação vem de berço, ou você consegue ou não consegue ter. Posso te ignorar, isso demora acontecer, saiba que muitos caminhos tive que andar pra essa decisão tomar, porque não me deixo fácil vencer.

Sei brilhar na escuridão, sei provar do veneno do escorpião, consigo acordar sem sol, a seca não me desespera, porque não tardar vem a linda primavera. Muito, me afasta, pouco,  perde a graça. Sou caçadora nata de doses na medida certa. Sou festa, quando a generosidade faz morada. Sou velório, quando a injustiça mora aqui do lado. Sou imensidão quando se trata de assuntos do coração. Sou lança quando preciso usar a razão.

Sou a menina no corpo de mulher, sou a mulher no jeito de menina. Gosto de amadurecer sem perder a essência, a meiguice de menina, as atitudes de uma mulher decidida, assim me sou, assim me faço, gosto de conhecer os dois lados,  pra escolher um rumo depois. Sou movida por curiosidades que me livram da estagnação. Certo nem sempre me agrada, errado já me causou diversão.

Euforia, drama, ansiedade. Faz parte da minha arte. O espelho me reflete, mas não diz todas as verdades. O que está por dentro ele máscara, puta crueldade, porque carcaça nada vale. Só meu ser pra conhecer meu drama, quem disse que é fácil fazer o coração bater nesse mundo de lama? O sangue corre, por dentro é que quero saber, escuridão, as facetas que eu possa absolver.

Sou tão líquida, sou tão madeira. As vezes basta um molde pra me adaptar, as vezes preciso de serradeira  pra conseguir me mudar. Sei fechar os olhos e contar as lágrimas, sei fremir pra dentro, no relento sei me virar. O gosto da felicidade me faz salivar, sede essa que feito uma louca busco saciar. Meu arco-íris é o papel, o pote de ouro as palavras, gosto de colorir quando os pensamentos gritam alto, o ser poeta não me liberta, mas de alguma forma me afaga, adoro saborear o poder das palavras.

Já me mandaram mudar de opinião, já se ofereceram pra me desestruturar. Mais se fui criada assim, me diz por que diabos mudar? É feio viver a flor da pele? Não, não mesmo, é duro feito rocha, lastima eterna. Mas isso é viver, questão de escolher, teorias são legais, prática, muito mais. Por isso, eu preciso da menina que levita mostrando o belo par de assas, que sente o molhado da grama, que do desejo se veste, que da poesia se banha. Eu gosto de respirar sentido todos os aromas. Eu gosto do gosto de gostar de me aventurar, dá volúpia que isso me dá. Sou urgência, sou ânsia.

Eu amanheço, eu floresço. O universo me chama. Uma perdida correndo em busca do que ama.




24 comentários:

Júh Britto ♥ disse...

Elen que texto lindo adorei só sei rir arregaçando os dentes sou bem assim tambem me identifiquei muito com o texto adorei bjosss

http://jhdocemel.blogspot.com

*seu blog ta la nos meus favoritos *-*

Marilu disse...

Querida amiga, excelente texto. Adorei. Beijocas

Tatiane Salles. disse...

Sem comentários, minha amiga. Não tenho mais palavras pra descrever sua inspiração... Até mesmo porque seria impossível descrever um poço de ideias como sua mente é. Só tenho que aplaudir.

Adorei fechar parceria com vc! Tem imenso significado pra mim.
Pois é, eu vi lá. Deu erro. :/ Não tô conseguindo fazer a caixinha de link-me. Seria mt incomodo pra vc me ajudar com isso? =/ Já procurei no google mil formas, nunca dá.
Ah, me acc no face depoia. Eu te adc. =D


Uma ótima noite de quarta-feira.
Um grande abraço.
Tati.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Att.

World Girl-Oficial disse...

OMg que massa, flor seu link tbm ja ta lá.



BEIJUXX
http://ianapaulinhaaaa.blogspot.com.br/

Amanda Gamero disse...

Retribuindo a visita e seguindo aqui tbm.
bjs linda

www.meusluxinhos.blogspot.com.br

รяª Nathalia disse...

Que Lindo texto.
Ser luz na escuradão, isso sim é fazer a diferença

Juliana Lira disse...

Belo texto!

Pra que mudar nossa essencia, nao é mesmo? E só mais uma coisa...
Acho que de perdida vc nao tem é nada, poucas sao as pessoas que sabem SER.

Beijos

MAILSON FURTADO disse...

No próximo dia 26 desse mês, meu blog IMPROVISOS de MAILSON FURTADO completa 3 anos de existência. Espaço esse que ao longo desse tempo me deu muitos frutos, amigos, experiências e que abriu inúmeras portas pra mim.
Para comemorar essa data super importante e a pedidos de amigos cativos do blog, decidi fazer uma promoção para todos os acompanhantes, seguidores e visitantes dos meus IMPROVISOS.

Poste como comentário em algum post, a sua opinião sobre o Blog e a melhor comentário ganhará um livro meu autografado SORTIMENTO POESIAS E POEMAS para qualquer cidade do país.
Assim ao comentário, anexe:

Nome Completo
Endereço
CEP
Telefone
E-mail

O Mini-concurso estará aberto até 31 de agosto de 2012 e o concorrente pode participar com vários comentários e este só terá validade de for postado no blog, caso não seja, não estará concorrendo.

Giancarlo disse...

Bellissimo testo, brava!
buona giornata e felice fine settimana a te...ciao

Roberta Micropigmentadora disse...

Nossa Elen, perfeito. Adorei cada palavra, belíssimo texto.
Beijãoo

Gabrielly disse...

Bom FDS, Texto lindo.

Post Novo!!!
Entrem e Comente*
http://gabriellyrosa.blogspot.com
G.R ♥

Zilani Célia disse...

OI ELEN!
UM TEXTO MUITO BONITO, DESNUDANDO UMA ALMA IRREVERENTE E CORAJOSA...
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Júh Britto ♥ disse...

Oi Elen ja enviei ao seu e-mail minhas perguntas pra vc participar la do blog também enviei junto o banner do meu blog que pediu

Bjosssss bom fim de semana

http://jhdocemel.blogspot.com/

Gisela M. Bortoloso disse...

Gostei muito do texto, também me identifiquei com ele em algumas partes.
um abraço
Gisela - Ler para Divertir

Heitor Lima disse...

Que belo texto! Eu também dou gargalhadas em filmes de terror e tem gente que se irrita muito com isso! HAHA'
Até mais ;*

Jhosy . disse...

Oi Elen, tudo bem?
Bom, eu sou nova por aqui,
encontrei o link do seu blog em um blog que eu curto muito - da Tati Salles - e resolvi passar para visitá-la, e, me encantei com tudo por aqui !
Seu cantinho é delicioso , saboreei várias palavras e quão boas foram!

Passo a seguir de perto e a recomendar também!

Um beijo,
uma linda semana, cheia de muitas realizações.
Jhosy
http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

The secret girl disse...

Passando aqui para retribuir a sua visitinha em meu blog ;)
Parabéns florzinha seu blog tbm é mt lindo
já estou seguindo
beijoos ;*

http://larissafidell.blogspot.com.br

Cup Cake disse...

Obrigada pela visitinha no meu blog, o seu é lindo, e to seguindo claro
beijo
http://bmocassim.blogspot.com.br/

Suu Munizz disse...

Nossa sensacional esse texto!
ótimo ler e me reconhecer em muitas dessas linhas.
E que não nos falta nunca poesia pra banhar nossos sonhos!
uma ótima semana Elen,=)

*b disse...

Gostei muito do teu blog, você escreve muito bem. Super me identifiquei com alguns textos!
Estou seguindo (:
Uma ótima semana pra ti
Beijos, b.

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Elen. Seu texto além de maravilhoso é revelador, e eu tenho muitas coisas em comum com você, e achei isso o máximo!
A autenticidade mostrada, a sensibilidade, e o não gostar de mesmice quando essa é nociva, já fazem de você uma grande mulher!
A verdade é a razão pela qual devemos respirar, a nossa verdade, o nosso querer, e a nossa compreensão do que vemos, sentimos e amamos!
As pessoas gostam de mudar as outras, mas ainda bem que você não se deixa destruir com isso e nem se sentir por essa razão vulnerável, continua firme no seu arco-íris tão marcante e vivo!
Parabéns!
Amei conhecer um pouco mais de você, e em alguns aspectos, foi o mesmo que me olhar no espelho.
Um beijo na alma, e fique com Deus!

Priscila Leite disse...

Nossa que lindo! Adorei o texto ♥

Eu estava no site de uma amiga e vi o seu link lá, resolvi então fazer uma visita.

Gostei do seus textos, você é muito talentosa, e vou estar aqui sempre.

Já estou te seguindo, por favor me segue de volta também.

visite o meu Blog :

http://aliadosdabeleza.blogspot.com.br/

Bjs...

David Germanotta disse...

eita daonde se tira tanta inspiração esses textos divonicos? ^^

seguindo aqui.
http://garotoonerd.blogspot.com.br

Sheila do Blog Passarinhos no Telhado disse...

Oi Elen! Tudo bem?
Olha..dá uma olhadinha nesse blog, pois tem um trecho deste teu texto sem os devidos créditos:

http://neuzinha-alemdohorizonte.blogspot.com.br/2012/07/assim-sou-eu.html

Essa senhora não costuma dar créditos de nada que ela copia da gente...e olha que não é pouco!

bjs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...