Sem medidas





Eu não quero ter que ter medo. Nem sai pela a porta dos fundos, quando a da frente estiver escancarada. Nem esconder um sorriso quando meu peito explodi de felicidade. Nem disfarçar uma lágrima quando quase morro afogada nelas. Nem me esconder por trás de um lençol pesado Nem temer o ser amado. Nem me preocupar com o passado, presente, futuro. Nem com minhas manias sem noção, meus pensamentos sem razão. Nem com meu coração que nunca abre mão e sempre faz o que quer.

Eu quero chegar em um lugar que não dá pra imaginar, amar sem esperar, querer sem saber o porquê e mesmo assim viver sem morrer. A bagagem ta pesada, o suor desce feito água, o círculo ta fechado, não enxergo ninguém. Me suicído na procura do que pode está errado, do que faltou, onde minha alma se perdeu e se encontrou. Me torturo com mil perguntas e me maltrato mais um pouco com as faltas de respostas. Me vejo de mil formas, acho mil defeitos, vou alêm, querendo arrancar esse meu coração sempre besta pra todo e qualquer alguém.

Entro na chuva, saio no sol, conheço a prisão, sendo obrigada a conviver pra sempre com esses devaneios do burro e sem medidas do meu coração.


Elen Abreu

10 comentários:

Everson Russo disse...

Inseguranças e incertezas nos aparecerão pelos caminhos,,,temos que ensinar nosso coração a lidar com elas...grande beijo de bom final de semana.

Shuzy disse...

Também eu já estou pensando que a vida toda é de uma desproporção sem fim.
Mas, é nesse tortuoso caminho que esculpimos nosso existir. Estrada reta não tem graça.

Carla Fernanda disse...

Querida na vida somos todos guerreiros.... e é assim...
Beijos,
Carla

Everson Russo disse...

Um belo sábado pra ti amiga...beijos.

Machado de Carlos disse...

Belo texto. Sempre uma alegria ao ler-te!

Ah, o medo! Este monstro que nos tira as forças. Não devemos ter medo do medo. Deixemo-nos o sorriso correr solto e explodir de felicidade. Uma felicidade tão forte que nos leva ao pranto. Mas um pranto por alegria!

Um Grande Abraço!

Thay Negrão disse...

Medos e inseguras sempre existem em nossas vidas, mas temos que enfrenta-los para evitar que isso tudo vire tristeza!!!!

Boa semana, beijão!!!!!

fabricio moraes disse...

isso ja e uma coisa normal em nossa vida
sempre aparece varios obstaculos tentando
impedir nossa passagem, mais a ideia e passar
por cima de todos problemas pois tudo e possivel.
tenha um otimo dia
bjusss

A.S. disse...

O meu beijo... e saudade!!!

AL

Joii disse...

O que seria a vida sem incerteza, dúvidas, erros e medos. É deles que vem o nosso apendizado, nossas experiência. Vivenciar tudo isso, nos torna mais seguros, mais forte para continuar trilhando a vida. Bjs da Joii.

Carlos Leite disse...

Uma bela reflexão! Genial!
Segue as linhas de pensamento do Álvaro de Campos! Sentir tudo de todas as maneiras... Viver sempre no limite! Nunca usar o tempo de forma inútil! Sentir, sentir, sentir! Sem medo e preconceitos.
Parabéns pelo poema e pelo seu blog.
Se me permitir gostaria de seguir o seu blog.

Atenciosamente,
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...