Queria você aqui




Eu queria você aqui, hoje,agora, nesse noite de chuva, nessa minha vida tão vazia. Queria ver você chegar pra me confortar e nunca mas me deixar e falar que estava insuportável viver sem mim, que checava o celular na espera deu ligar, que saiu por ai se divertiu, bebeu e sorriu, beijou e fez amor e mesmo assim a dor do seu peito não cessou, porque você só pensa em mim e só sabe viver pra mim.

Eu queria me aprontar pra esperar você chegar, arrumar a sala onde a gente sempre ficava e assistir as bobagens de sempre da tv, sem prestar atenção em nada, só na gente, só no nosso universo que se fecha toda vez que a gente se beija, nos nossos corpos que se acendem com o mínimo toque e no nosso olhar capaz de falar por todas as palavras que existem.

Como era bom te amar e saber que você me amava, me protegia e me queria mesmo naqueles dias que eu não queria ser de ninguém, e me fazia sorrir me deixando acreditar que eu era a pessoa mais amada da face da terra e beijava meu olho, cheirava meu corpo e me botava sua, me tirando todos os medos que eu tinha do mundo e todos os medos que eu tinha de mim, então checava minha roupa e meu modo de caminhar querendo saber se ninguém havia roubado nenhum pedaço seu, bobagem a sua, porque mesmo se eu não quisesse eu só conseguia ser tua e de mais ninguém e sempre me fazia sonhar, mesmo quando eu achava que eu era uma menina sem sonhos, você sempre aparecia antes mesmo deu acordar, me provando que eu ainda tinha muito com que sonhar. E dos nossos beijos, como não falar? eu ia no céu e voltava todas as vezes que nossos lábios se encaixavam e não permitiam a entrada de mais ninguém e me arrepiava e tremia, mesmo de longe só de imaginar as nossas bocas se tocarem, sempre com a mesma intensidade da sinfonia.

Passam dias e noites e sempre continuo querendo você aqui, se declarando feito menino bobo, apaixonado, mexendo no meu cabelo e bebendo no copo da minha casa, usando meu banheiro, ocupando minha vaga na garagem, isalando a casa e minha vida com seu perfume e suas armadilhas de homem que não economiza nos mimos e na forma tão profunda de falar que me ama, nos gestos e no jeito inesquecível de sorrir e de conseguir apesar de com todos os teus defeitos conquistar até mesmo minha família.

Esse nublado, esse buraco que você deixou nunca vai embora, porque de repente eu tinha tudo e de repente eu não tinha nada, eu tinha nossa vida, agora eu tenho minha vida e você tem a sua, isso é tão estranho, eu jamais vou entender como nosso amor foi embora assim, enquanto não entendo continuo te querendo aqui, segurando forte a minha mão e fazendo acelerar minha respiração, que já ficava ofegante quando você simplismente ligava dizendo que estava a caminho, continuo te querendo aqui, pra dividir aquele lanche e te apelidar incansavelmente e fazer crise de ciúmes quando você olhava o celular.

A gente se foi, mas ao mesmo tempo estamos aqui, nesse desejo que não morre, nessa complicação de sentimentos, nessa saudade que não diminui com nada que façamos, estamos ali, mais vivos do que nunca, como na cena de quando nos conhecemos, como naquela foto da gente se beijando, como naqueles momentos que dizíamos que íamos fazer sexo mesmo bem velhinhos, estamos nos lugares que passaram a ser nossos, estamos vivos nos dias que passamos juntos e nos dias que ficamos na vontade, estamos vivos em toda essa nossa história que ficou pela a metade.


Elen Abreu

21 comentários:

Marilu disse...

Querida amiga, meu blog Devaneios está completando um aninho de vida, e gostaria de convidá-la para comemorar. Tem um selinho lá para você. Tenha uma linda semana. Beijocas

Carla Fernanda disse...

Querida, então não acabou ainda. Tens que retomar tudo que é de vocês.
Boa sorte e beijos,
Carla

Arnoldo Pimentel disse...

Para tudo existem um recomeço, beijos.

Everson Russo disse...

Existem possibildades,,,caminhos,,,retorno...recomeço sempre...beijos de boa semana pra ti.

Jão disse...

Se esse recomeço for bom ao coração dos dois que seja então realizado. Mais pensem bem para não machucar mais ainda um ao outro.


Beijos!

нєllєи Cαяoliиє disse...

se está vivo dentro de ti,só falta abrir portas e fazer reavivar tudo novamente juntos! é como se estivesse adormecido,mas talvez seja a hora de despertar :)
Lindas Palavras,Querida chará!
Adorei seu cantinho,obrigada por visitar o meu,já sigo-te aqui sem dúvida.
Um beijo pra ti *

Contos da Joii disse...

Vim agradecer sua visita e comentário. Tbm gostei daqui. E já estou te seguindo. Meus seguidores ficam qse no rodapé do blog.
Tdas as coisas tem razão de ser, e de não ser tbm. Algumas pausam, pq neste tempo, não daria certo. E depois retomam em momento oportuno. Tudo que Deus faz é muito perfeito. Nós é que escolhemos atalhos errados.
Uma ótima semana pra ti querida. Bjs da Joii.

Machado de Carlos disse...

Lindo texto. Adoro a sua forma de escrever sobre a vida vazia. Imaginar que alguém não consegue viver sem o outro, tudo isso me faz compor poemas! Lembro também do celular; sempre esperava que ele tocasse, mas...
Imaginava um Universo inteiro a espera dos nossos corpos; seríamos os melhores da face da Terra. Sentir aquele cheiro de corpos entrelaçados. Sei também que ela adorava o beijo nos olhos, e, o beijo a transformava na menina dos meus sonhos! Sempre víamos um Céu Eterno Através dos nossos beijos. Era uma sinfonia incontável!
Parabéns! Obrigado por me permitir ler você!
Beijos e boa semana para você também!

Aleatoriamente disse...

Que entrega Elen!
Um belo sentir essa poesia.
Só o amor consegue colorir, doer, intensificar e perpetuar.

E se for para ser amiga, será.
Lindo texto.

Beijinho
Fernanda

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Ellen!

Linda e triste história de um amor especial!

Belo e sentido texto!

Um beijo!

Sonia Regina

LÕRÉÑÁ - disse...

Ola querida !
amei seu blog muito fofo *-*
vc esta de parabéns
este é o meu
http://sao-coisas-de-garotas.blogspot.com/
Bjoos da sua nova seguidora .

Everson Russo disse...

Beijo carinhoso de bom dia pra ti querida amiga...

Ricardo Steil disse...

Uma história de amor tão verdadeiro, não pode terminar assim. Não terminou Elen, é apenas uma pausa para acender ainda mais o fogo do amor que sempre existiu entre vocês. Siga em frente que conseguirás. Estarei te seguindo para ver o final feliz de vocês dois.

Fefa* disse...

Oi Linda...
Primeiro quero dizer que o seu blog é que é um encanto, adorei que vc me visitou e gostou do meu cantinho. Faço o melhor para que gostem.
E vou te seguir também , com muita satisfação.
Em relação a sua postagem....simplesmente fantástica. Amei de verdade, apesar de não ter um final feliz, ela foi feliz.
Toda história que é feliz tem que ser lembrada exatamente como foi...
Espero poder voltar sempre aqui, e espero que me visite sempre também.
Um grande beijo da Fê.

нєllєи Cαяoliиє disse...

Elen,xará querida,rs
vim pra dizer que tem selinho pra ti lá no blog
http://evidentesselinhosemimos.blogspot.com/2011/05/selo-especial.html
Se gostar,passe lá quando puder
Beijos

Đeh Olliveira ♪ disse...

"....Jamais desista de si mesmo.Jamais desista das pessoas que você ama. Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espectáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário."
Fernando Pessoa

Ótimo fim de semana.

Doce beijo.

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Machado de Carlos. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Priscilla Cavazzotto disse...

Que lindo!
Adorei!
Passando para lhe desejar um bom final de semana querida!
Beijos meus

Tarsila Aroucha disse...

Lindo, do coração..
adoreei! bjokas

| A.Luiz.D | disse...

Quantas verdades, vontades e desabafos.
rico e encorajador..

Esse resgate é possível,
tudo é sustentador por aqui.
Sem cerimônias...

bjos

Ana Eliza :) disse...

Adorei demais, assim como adoro todos os teus textos amiga =)
Esse foi simplismente magnifico, quase chorei me imaginando aqui tbm. Te amo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...