Antes que ele dissesse adeus



A gente sente quando o fim de tudo está mesmo próximo. Entre tantos terminos e voltas, entre tantos altos e baixos, entre tantas promessas e sexo para fazer as pazes, ela sabia que o fim estava próximo porque toda a aquela loucura estava indo longe demais, já havia ultrapassado o limite do normal e estava em um estágio quase sobre natural. As declarações de sempre, as conversas de sempre, lugares de sempre, as brigas de sempre, as cobranças de sempre.

Ele já não ligava todos os dias, já não fazia questão da minha companhia, já não se declarava como um louco e nem corria mais atrás dela feito um cachorro, mensagem era algo raro de se ver, quando mandava era um simples e frio"quero te ver", as datas foram aos poucos esquecidas, os presentes limitados, os "eu te amo" nunca mais foram falados, as flores nunca enviadas, o ciúme abafado, a preocupação e carinho esquecidos, as mãos nunca mais foram dadas, o sexo era o que ainda mantinha.

Ela já sabia, mas não queria, o calor daquele homem não se encontrava da noite para o dia, por isso ela tanto temia o que seu coração aos poucos percebia, o que sua alma sentia tentando evitar que aqueles pingos de sangue virassem hemorragia. Ela fechava os olhos, não queria ver ele sair sem um beijo lhe dar, fechava os ouvidos, mesmo sabendo que ele não ira falar que iria ligar, ela não gostava do silêncio de todas as despedidas, nem da falta de sorrisos, nem dele atravessando a porta sem dia ou hora pra voltar. Pra se consolar já cheia de medo a lhe dominar, não trocava o lençol para o cheiro dele na cama ela inspirar, não banhava o corpo para o perfume dele não sair da sua pele, não lavava a boca para continuar com o beijo dele, não se amava para ter todo seu amor só pra ele.

O cheirinho do término estava cada vez mais perto, duas semanas se passara e ele não ligara, dia e noite ela chorara, mais uma decisão a encorajava. Um dia ele ligou fingindo amor, ela já nem acreditava e respondeu que não dava, encerrando aquilo que a muito tempo acabara. Ela disse adeus antes que ele dissesse, já havia suportado coisas demais, não precisava de um adeus soletrado da boca dele.


Elen Abreu
Ps:Comentem bastante gente,obrigado pelo carinho,beijos

20 comentários:

Ana Eliza :) disse...

Texto muuito perfeito Elen. Exatamente o que aconteceu comigo. Ele pediu 'me deixe' só com suas atitudes.
Você escreve muito bem amiga, adoro teus textos!
Beijos, amo-te

Terê. disse...

oi minha linda, obrigada pelo com, e pela visita, linda e abençoada semana, terê.

Elaine Castro. disse...

Gostei muito do texto também...

Existem vícios que temos que nos livrar de todo jeito, chega a hora do basta!

Beijocas.

Machado de Carlos disse...

Li o seu texto inteiro e vi nele um belo poema. Belas palavras. Adorei ler você!

Carla Fernanda disse...

Muito interessante seu texto. Cheio de sentimento, de dor e bem expressada, verdadeira.
Gostei!
Boa semana!!
Carla Fernanda

Aleatoriamente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aleatoriamente disse...

Minha querida, onde estava o amor se haviam cobranças e brigas?
O amor é tão mais bonito e simples que tristeza e dor.
E ela já “sabia” que não havia amor, quando disse adeus abriu o casulo voejou.
Haviam coisas fazer.
Amar é muito, mas que temer.
Com certeza ela fez a coisa sensata, no momento que seu coração também ,carecia de sentir-se amado pela pessoa certa.

Beijo Elen.
Fernanda

Sam disse...

Elen querida,
mas este texto foi um solavanco bem aqui. AQUI!
Me foi um revirar no peito, uma coisa estranha, um dèja vú, uma vento mais forte, um sorriso e uma lágrima.
Aquelas coisas, essas coisas, tantas coisas que nos chegam assim, no peito da gente, na vda da gente, nos dias da gente.

Talvez uma "boniteza"que dói, mas que dá vontade de guardar e continuar aquecendo entre as mãos, entre os abraços... na esperança de que permaneça, morninho que seja.

É, eu tenho saudades dele.
É, eu gosto dele.
É, embora "não seja".
Meu beijo, querida.

Everson Russo disse...

Ja vivi exatamente isso,,,cada letrinha que voce escreveu,,,e é realmente estranho,,,quando tudo vai chegando perto do fim,,,a gente percebe na hora,,,tudo muda.....beijos de boa semana.

Silviah Carvalho disse...

Muito bom seu texto, sentimos sim quando está chegando o fim.Parabéns.

meus instantes e momentos disse...

muito bom o jeito de desenvolver o texto. Muito bom.
Maurizio

Jão disse...

Dizer Adeus é tão dificil. As vezes prolongamos por uma esperança morbida de tudo voltar a ser como era. Doce Ilusão.

A uns tempos recebi um Adeus e ainda ta doendo muito.


Beijos moça!

Machado de Carlos disse...

Boa tarde!

Fiquei muito feliz com a sua chegada ao meu Recanto. Estou feliz por ter sua amizade.
Como você disse, procuro escrever em uma linguagem acessível a todos; entretanto lhe dissera anteriormente: - o seu texto, em si, é um poema muito bem escrito.
Também sou seu seguidor.
Obrigado!
Grande Abraço!

Bella disse...

Um pouco de tudo, um tudo de um pouco – Por Izabella Oliver
http://umpoucodeamoredesamores.blogspot.com/
Um blogger que circula na internet há quase um ano. Todos os dias serão atualizado sete postagens no blogger. Que conta com a participação de três escritoras e em breve mais um, a primeira e sou eu, que vou falar com vocês assuntos românticos , coisas diárias , humor , crônicas , poesias , e frases . A segunda e a Brenda Layanne: ela vai fazer posts relacionados com moda e “ è famoso ta aqui “ que vai te deixar á par de tudo que acontece no mundo dos famoso . E por ultimo, não menos importante e a Natali, que tem o quadro “Café com a Natali, que vai te dar conselhos, e fácil e só você mandar um e-mail para (isabela_algar@hotmail.com e ela fará um post te dando um conselho . adicione também o meu Twitter ( @minibarbicour ) E ainda mais os blogs que seguirem o um pouco de tudo , um tudo de um pouco será em menos de vinte quatro horas seguido de volta , assim como no twitter. Pro isso siga o blogger e seja seguido, comente e seja falado!
Venha participar desse blogger , mais um entretenimento na internet feito pra você .
Essa propaganda tem todos os direitos autorais para o blog Um pouco de tudo um tudo de um pouco

Everson Russo disse...

Um bom dia pra ti querida amiga...beijos.

Márcio Ahimsa disse...

Adeus soletrado,
ninguém precisa,
nem alguém do lado
com a vontade indecisa
de não ficar...


Beijo Elen, gostei também do seu espaço.

Marilu disse...

Querida amiga, excelente texto. Beijocas

| A.Luiz.D | disse...

Muito bom conversei com uma amiga esses dias, e bateu em muitas palavras do seu texto...ótimas ideias..

bjs

Priscilla disse...

Adorei!
Muito lindo!
Beijos meus querida e um bom final de semana pra ti!

wcastanheira disse...

Adorei, mais um show da menina poetiza, vc realmente deixa um rastro de luz e prazer qdo escreve, vc é d+++, passo por aqui leio alguns, retorno e leio outros, estou adorando este vai e vém, pra vc poetiza bjos, bjos e bjossssssssssss

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...