Úttimo encontro




Eu só precisava de um último encontro, era sempre assim e a cada último encontro, eu queria um último encontro novamente. A cada batida do meu coração eu amava ainda mais aquele mesmo garoto, é, não me questione porque, mais ainda eu respiro ele 24 horas por dia e cada piscar de meus olhos, eu desejo ele mais ainda e cada mudança que eu faço em mim, é pra ver se ele me nota, é pra ver se ele volta pra mim. Eu sei que ele já me amou, fez até planos de vida comigo, hoje eu não sei mais o que se passa na cabeça dele, mais sei muito bem o que se passa na minha.

Não brigue comigo por favor, mas eu preciso te dizer, que eu preciso de um último encontro, não me importa, o dia, o mês, o ano, eu só preciso saber se ocorrerá um último encontro dos nossos lábios, que é para mim poder sorrir de novo. Me explica o que aconteceu, até hoje não entendi, por que você parece tão nem aí para mim? se eu tirar a roupa você vai me olhar? Meu Deus, como é difícil te decifrar. Tá eu vou dormir, mais eu já sei o que vou querer assim que eu despertar de uma noite de sonhos com você, eu vou querer um último encontro, nem que seja para mim usar aquela lingerie que você insiste em tirar, nem que seja só para mim te olhar, assim de longe, eu quero isso seu estúpido, nem que depois disso eu me sinta uma verdadeira idiota, eu viva de ilusão. Mas me entenda, esses últimos dias eu necessito mais do que nunca daquela mágica que só acontece quando estamos juntos, onde um simples toque de nossas mãos, me despertam os mais depravados desejos.

Me dá uma boa notícia hoje, me liga de manhã e fala que vêm me ver a noite, faz isso, que já vou começar a me aprontar, botar aquele vestido feio que você adora. Me liga a tarde, para confirmar que você vêm mesmo, para mim arrumar a sala e continuar a me enfeitar. Eu já tô aqui no terraço, soluçando de nervoso, roendo a unha de ansiedade. Chega logo meu amor, naquele seu carro que você diz que comprou pra mim, desce desse carro e me dá um "boa noite"meio desanimado, cumprimenta meu cachorro, que até hoje late quando você chega, vem, senta nesse sofá, encosta no meu ombro e fala sobre seu dia. Agora, cumprimenta minha mãe, que insiste em nos pegar no flagra, depois me dá um beijo, que me faz querer tirar a roupa com meu irmão na sala ao lado.

Eu acordei nessa manhã tão escura, tão fria, porque você não liga para essa droga de celular? tudo bem, eu não tô cansada de esperar...tá eu vou dormir, nessa noite sem lua, tão vazia, mais uma vez sem tua companhia. Eu vou sonhar, porque é de sonhos que eu vivo desde que você saiu por essa porta e disse que não me amava mais, eu vou sonhar e tentar encontrar uma forma para fazer você voltar, vou tentar criar coragem para me declarar, mais por enquanto vou continuar falando só para meu travesseiro" Meu Deus como você ainda mexe comigo, como o seu não amor faz eu me odiar todos os dias."


Elen Abreu

24 comentários:

Daniella Ockner disse...

É incrível o modo como sofremos quando tudo o que desejamos é estar perto de quem nos faz tão bem, enquanto esse "alguém" não deseja o mesmo, pelo menos, não tanto quanto a gente. Um último encontro poderia curar o coração, mas e essa mania de sempre querer mais um "ultimo"? :/
Um beeeijo, amei o texto !

Malu disse...

Bjo de Boa Semana , menina bonita !

Nina disse...

Noassa! Adorei a forma como escreveu o post!!! Já passei por isso!

Bjinhos

Nina

Sil.. disse...

Elen,

E quantos de nós já não passou por isso???
Ultimo encontro, amor que se acaba..ahhhh, tudo tão doido e tão dificil...

Vim retribuir o carinho, e dizer que seu blog é muito lindo.
Mas teus seguidores não abrem pra mim, vou tentar mais tarde!

Um abração meu!

Daniel Savio disse...

Lindo, apesar de um pouco triste, mas engraçado que engraçado que as vezes só resta apelarmos para o sonho para ter quem a gente ama...

Fique com Deus, menina Elen.
Um abraço.

alexandrapinto disse...

A imaginação leva-nos a um mundo completamente diferente :D
Seguindo também!

Karine Melo disse...

Tal sentimentos e sensações que sempre passamos, nunca estamos livre dela.. Ah esse tal de amor, é tão bom, mas dá uma dor de cabeça.. Coisas da vida!

Adorei, flor :*

Silene Neves disse...

Elen...

Querida... eu amo esse seu jeito de escrever! Acho lindo como descreve de forma tão natural a sua dor... a sua alegria... a sua espera... sem ficar "banal"... o amor é repleto de banalidades! E você as torna tão especiais pela forma que vai compondo seu "sentir"! Você é Linda Menina! E escreve divinamente...!

Beijo da Sil
Com carinho
Sempre aqui

# Érikα Teixeirα disse...

Elen, estou passando apenas para dizer que teem um desafio(Jogo) para voce no meeu blog:

http://akireteixeira.blogspot.com/2010/11/desafio.html

Deepois da uma passadinha la :)
Beeijao!

Encantadora de Abelhas disse...

Teu blog é uma delícia, com todas as tuas verdades!
Já confirmei minha presença por aqui e carimbei meu passaporte, rsrs... Voltarei!

Boa semana pra ti!
Grande BjO

Mariane disse...

[...]Que a chuva caia como uma luva, um dilúvio, um delírio; que a chuva traga Alívio Imediato...[...]

Me chamou a atenção o nome, trecho dessa música perfeita... E agora, chamou a atenção pelos posts.. Adorei o espaço, e passarei a frequentá-lo :)

Sigo vc, menina.. Elen..?

Um beijão, e boa semana ;)

Jhenny Carvalho disse...

Ellen,
encontrei seu blog na comunidade Dicionário de sentimentos, gostei muito daqui do seu ambiente e to te seguindo, se também quiser seguir o meu, fique a vontade.

Eu me identifiquei MUITO com esse texto, estou vivendo um amor assim,ele não está nem ai pra mim, mas eu continuo sonhando com ele.
Muito lindo,parabéns!

Beijão!

Mundo da Lili disse...

Adorei o blog, vim fazer uma visitinha e virei seguidora. Espero em breve vc no meu Mundo!
Enorme bjo e sucesso!

Everson Russo disse...

Seria tão bom da vida se pudessemos sempre ter o ultimo outra vez...grande beijo de bom feriado.

ADiniz disse...

Antes quero agradecer sua visita e já...
Um conto e tanto
Mas é bom sempre quando o sentimento é mutuo se não
Seguir em frente é a melhor solução.
Bjinhos e um bom feriado cheio de sol

dand disse...

Oi Elen, tudo jóia?
Só te digo uma coisa, se tiver que ser seu, será.
Tudo que vem pra ficar , fica, mesmo com todos os maus tempos, e com todas as controvércias. E se não for pra ser, paciência. Apenas paciência.

Bjos.

Hubner Braz disse...

PERFECT POST... Sigo-te NOW...

Colocarei nos meus favoritos...

BjX

[Confissões Insanas]

Yve disse...

Amei seu blog !, dá uma passadinha no meu? http://mundo-da-yve.blogspot.com =D

Vanessa Mendes disse...

é quando o amor é verdadeiro ,nunca nos abandona *-*
e o site eh esse {http://weheartit.com}
beeijo :*

Vanessa Mendes disse...

pra você tambem linda *-*
beijosnocoração :D

ana moura disse...

eu também gostei muito do teu blog :) e estou a seguir!

Marinha disse...

Triste e intenso!
Não se odeie, apenas viva.
Bj,
www.construtoradepalavras.com.br

| A.Luiz.D | disse...

O último encontro,
um pedido, esperança
involutária, uma saudade
que nao se cala, incomodo
de quem ainda sofre, não é facil
se confomar enquanto se respira,
o perfume que está em todos os cantos.

bjos

H.Brayan disse...

Elen...
ler-te me faz sentir...
me faz lembrar-me
questionar-me
despertar-me
ponderar-me...
fico feliz por vir aqui e me deparar com uma garota tão incrível...
bjo-te

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...