Cara legal



Você é um cara legal
Mas eu não quero acreditar
Você olha nos meus olhos e diz que sou linda e perfeita...
Como se isso adiantasse
Eu já conheço essas palavras de antes, de todos eles.
Obviamente eu não acredito em você, eu sorrio para fingir ao contrário.
Você queria olhar nos meus olhos e repetir
Mas eu já fui tão magoada, talvez não funcione.
Tudo entra por um ouvido e sai pelo o outro.
Homens sempre não medindo as palavras no calor do momento e eu anotado tudo no meu desastre mental.


Você me deu colo enquanto meu mundo caía.
Talvez, talvez você seja um cara legal.
Eu já fui uma garota legal
Você diz que se eu continuar beijando assim você vai se apaixonar, mas você não quer se apaixonar porque apaixonar dá trabalho.
Eu sei bem
Eu digo que sou vacinada. Eu sempre espero o pior, então não faria diferença.
Você diz que estava brincando, enquanto eu ficava atenta no filme e sobre seus braços.
Você estava com medo e você me chamou para ir morar com você.
Eu APENAS sorri novamente
Desculpe
Desculpe
Desculpe
Você e essa sua mania de querer me olhar nos olhos.
Você disse que me adora, que gostou de mim de cara.
Olhando no olho e beijando minha boca
Você é um cara legal
Eu tenho que admitir
Você é um cara legal

Segurou meus ossos e abraçou meu medo enquanto eu morria por dentro.
Obrigada por me fazer sentir viva novamente, ao menos nesses segundos eu pude acreditar que talvez valeria a pena não doer tanto.

Você disse que viveria pouco
Eu disse que eu também
Eu te convidei para morrer junto, mas no final você estava só brincando. Eu me escondi no travesseiro.

Tipo Romeu e Julieta eu pensei
Tipo aqueles milhares de amores que só existiam na minha cabeça desde de sempre.
Você é tão educado, paciente e gentil.
Gostou do meu sorriso
Disse que me adora
Disse que sentirá saudade
Disse que voltaria

Eu novamente sorri, não sei lidar com elogios. Eu estou tão desacostumada a ser bem tratada que pareço uma pedra fria.

Você olhou novamente nos meus olhos disse para eu ter força, para eu prometer não desistir.
Mais uma vez eu menti e há certas promessas que não posso cumprir.

Sua barba na minha barriga, sua língua no meu piercing.
Baby, talvez eu ainda esteja viva.
Eu não falei, mas eu também adorei você.
Sua mania de tomar banho, sua respiração ofegante, sua inquietação constante, sua mania de pegar na barba.

Eu pensei que a gente nunca fosse se beijar você disse, mas eu já sabia que ocorreria desde do primeiro instante.

Elen Abreu

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...